Erro ao cadastrar: SQLSTATE[23000]: Integrity constraint violation: 1048 Column 'online_ip' cannot be null

PADRÕES MÁXIMOS DE QUALIDADE EM FLEXO - ABFLEXO/FTA-BRASIL - Associação Brasileira Técnica de Flexografia

ABFLEXO/FTA-BRASIL - Associação Brasileira Técnica de Flexografia

Acesso ao painel Administrativo da ABFLEXO/FTA-BRASIL Flexografia

Admin

Administração

 

Participantes do Prêmio Qualidade Flexo

Prêmio Qualidade Flexo

 



ABFLEXO/FTA-BRASIL - Pesquise e encontre!

PADRÕES MÁXIMOS DE QUALIDADE EM FLEXO

PADRÕES MÁXIMOS DE QUALIDADE EM FLEXO

Por Katja van der Louw (*)

 

 

Impressão HQ está na mente de todos. Não importa se impressor ou fornecedor, as pessoas falam em Alta Qualidade todos os dias para descrever a ponta do iceberg em padrões máximos de qualidade em impressão flexo.

 

 

1 – Uma definição de Impressão HQ

Existem muitas abordagens para definir o termo Impressão de Alta Qualidade, ou High Quality (HQ), no inglês. Talvez possa ser aquele trabalho exatamente reprodutível, ou ainda quando utiliza uma impressão extremamente fina. A impressão flexográfica de Alta Qualidade significaria que um mix especial de tecnologias inovadoras foi usado? Se sim, quais delas?  A tecnologia do flat top dot é a escolha certa, ou a tecnologia Full HD é melhor, ou talvez alguma outra totalmente diferente? Mas parece que uma definição simples não existe. No entanto, a impressão de alta qualidade é vista como um constante crescimento nas demandas de mercado em design e aparência do material de embalagem, esta cuja função já deixou de ser somente proteção, transporte de mercadorias, informação, transmissão.

Como se sabe, atualmente, a embalagem se torna mais e mais uma ferramenta de marketing para incentivar potenciais compradores a adquirir o produto. Se, de um lado, a embalagem deve se apresentar bem impressionante para atrair a máxima atenção do comprador, por outro, ela tem que corresponder sempre e exatamente à exigência do dono da marca, e isso ocorre não somente em um país, mas em todo o mundo, a fim de estar em conformidade com o design corporativo da marca e o forte reconhecimento da mesma. Isso somente é possível quando um impressor pode alcançar resultados muito brilhantes, cores profundas e contornos nítidos. Ele precisa ser capaz de imprimir sólidos com uma densidade extremamente alta e, ao mesmo tempo, linhas finas, códigos de barra, entre outros. Mais ainda: cada ponto de cor exigido pelo cliente deve ser correspondido de forma muito precisa.

Como tudo isso é possível? Somente tendo um padrão perfeito, que permite trabalhos de impressão consistentemente reprodutíveis em boa qualidade.

2 – Quais são os requisitos?

Com certeza não existe somente uma solução “milagrosa” para atingir resultados de impressão especialmente de alta qualidade. É quase impossível para um impressor usar uma mistura aleatória da mais avançada tecnologia em impressora flexográfica, clichês, tintas, anilox, entre outros, apertar um botão e alcançar resultados brilhantes em um segundo. Mas os mais recentes desenvolvimentos tecnológicos em impressões flexográficas podem ser combinados de uma maneira inteligente para apoiar o impressor a alcançar resultados de impressão excelentes não somente uma vez, mas repetíveis, dia após dia.

3 – A perspectiva do anilox

Olhando para a discussão HQ da perspectiva de um fabricante de anilox, hoje é possível dar um conselho claro sobre quais cilindros entregam o melhor controle sobre a transferência de tinta. “Com a patente GTT de tecnologia anilox é possível superar qualquer inconsistência de projeto anilox padrão. A geometria de canal aberto em “S” única do GTT (Tecnologia de Transferência Genética) oferece uma transferência de tinta controlada e é a chave para um resultado de impressão constante e previsível”, afirma Georg Selders, Diretor de Vendas Europa da Apex Group of Company. Muitos convertedores flexográficos que tiveram que lidar com problemas de washboarding foram capazes de minimizar ou até mesmo reduzi-los completamente com uma combinação de GTT e novas tecnologias de clichê.

Devido a sua estrutura especial de superfície, as gravações GTT podem produzir impressões muito mais controladas do que as convencionais, o que resulta em muito menos variação em densidades, com as mesmas especificações.

Os cilindros GTT mostram uma densidade muito mais constante, comparados com os convencionais. Isto se deve ao fato de que a estrutura de gravação, as larguras e alturas das paredes do GTT estão completamente sob controle, porque a cerâmica é gravada em feixe de laser constante. O perfil (90% canal de tinta/10% parede) desses cilindros permite uma transferência de tinta muito mais controlada do que é possível com cilindros anilox convencionais. Estes, por sua vez, são gravados com um pulso de laser que queima a estrutura da célula na superfície, ponto por ponto. Combinado com diferentes maneiras de trabalho dos operadores, o pulso de gravação do laser se torna muito difícil de obter 100% de garantia de densidade quando o mesmo cilindro é produzido, inclusive se os resultados de medições tiverem correspondido às mesmas especificações técnicas. O processo de finalização necessário é também uma das partes críticas no que se refere a controle de transferência de tinta. E controle é exatamente o que os impressores necessitam para atingir a qualidade exigida pelo mercado.

4 – A perspectiva do OEM

De acordo com Andre Göpfert, CEO da Göpfert-Alemanha, fabricante de impressoras flexográficas, “Nossos clientes estão exigindo máquinas de Alta Qualidade mais e mais frequentemente. Nos últimos 10 anos vimos um tremendo crescimento em direção à Alta Qualidade”. Analisando um trabalho de impressão, ele diz: “É claro que o operador precisa ser bem treinado para a impressora e todo o processo de impressão, especialmente quando ele quer atingir a melhor qualidade possível, aproveitando todas as funções da máquina e assim atingir constantemente os mesmos resultados com o mesmo nível de qualidade. Como o mercado tem entendido a importância da transferência de tinta e que isto só é possível com o cilindro anilox certo, nós estabelecemos uma importante cooperação estratégica com a Apex e será padrão recomendar para todas as nossas máquinas novas cilindros GTT em tempos futuros”. (OEM significa Original Equipment Manufacturer, em português, Fabricante Original do Equipamento).

5 – O desafio do impressor

Frank Patzt, chefe de pré-impressão na Hans Kolb Wellpappe, um dos principais convertedores da Alemanha no setor de caixas de papelão ondulado, aponta: “O principal objetivo é imprimir permanentemente e repetidamente. Nossa intenção inicial era atingir previsibilidade, resultados de alta qualidade também para combinações de sólidos/cromias. Por isso, optamos por testar as possibilidades do GTT Apex em nossa máquina de pré-impressão extensivamente. Após o ajuste fino do tamanho do ponto e a espessura da linha GTT, nós estamos hoje, com sucesso, imprimindo constantemente alta qualidade com um conjunto de GTT Corr S, M e L. Nossos padrões de alta qualidade são entretanto quase os mesmos em trabalhos de pré-impressão e pós-impressão, com gráficos até 175 lpi, que podem rivalizar com qualidade offset”.

Além do cilindro anilox certo que permite uma transferência de tinta controlada e produz consistência no processo de impressão, Patzt menciona outro ponto que é muito importante para atingir padrões de alta qualidade. “Nós precisamos de um controle máximo sobre o processo de impressão como um todo que só é possível reduzindo a subjetividade ao mínimo. Hoje as máquinas de impressão são automatizadas de tal forma que elas podem quase trabalhar sozinhas”. Mas não completamente: “É muito importante ajustar e afinar as máquinas perfeitamente. Elas precisam combinar com todos os outros parâmetros de impressão envolvidos: qualidade do substrato, tipo de clichê, tipo de doctor blade e pressão, viscosidade da tinta, tipo do anilox, entre outros, e todos estes elementos “difíceis” precisam combinar com um outro elemento “facil” muito importante: o know-how do impressor”.

É frequente uma falta de conhecimento que impede os impressores de atingirem qualidade reproduzível. Oferecendo um pouco mais de pressão aqui e um pouco mais de velocidade ali é uma forma comum de realizar os processos de trabalho. Na prática, o impressor “A” descobre – por si só – a pressão do clichê certa para um trabalho em particular. Mas seu colega do turno da noite, o impressor “B”, tem seu método muito próprio e aplica um pouco mais de pressão nos clichês. E voilá: Somente uma pequena, mas já crucial diferença, é suficiente para tornar impossível de serem alcançados resultados previsíveis e repetíveis. A Hans Kolb Wellpappe neutraliza essas variações por meio da contínua e regular troca de conhecimento entre todos os seus impressores. Por isso, a empresa garante que os impressores que trabalham na máquina de pré-impressão possam dividir seu conhecimento com os colegas da máquina de pós-impressão e vice-versa. Como a Hans Kolb Wellpappe tem também uma divisão de offset própria, seus impressores flexográficos podem se beneficiar do conhecimento desses colegas.  

6 – Conclusão

Voltando à questão inicial, é claro que não existe uma definição geral de Alta Qualidade em impressão flexo. A demanda de mercado determina o padrão atual que uma impressão tem de satisfazer. Combinando cores especiais e imprimindo alta densidade em sólidos, cromias, códigos de barra, linhas e gráficos que o cliente exige em um trabalho de impressão, são os requisitos que hoje necessitamos para cumprir, de modo a conseguir um padrão de qualidade especial.

Assim o impressor precisa entender e controlar todo o processo de impressão. E em todo este processo, a transferência de tinta previsível é um dos parâmetros mais cruciais. Em relação à transferência de tinta previsível, o fator decisivo é a escolha do anilox adequado que transfere constantemente exatamente a mesma quantidade de tinta que se encaixa ao respectivo trabalho de impressão. Não apenas uma vez, ou em um determinado teste de impressão, mas sob termos de produção e repetibilidade em uma base diária. A escolha do cilindro anilox certo e a combinação correta de todos os outros parâmetros envolvidos, “difíceis” e “fáceis”, determinam os padrões de impressão de uma empresa. Uma vez que este padrão está em um equilíbrio muito bom, um trabalho de impressão atende aos requisitos para ser capaz de lidar com as demandas desafiadoras e partir em sua jornada para atingir os padrões de alta qualidade que seu cliente exige.

 

-----------------------------------------

(*) Katja van der Louw

Katja van der Louw tem duplo diploma em Marketing e Estudos Culturais, e desde 2011 trabalha como Executiva de Marketing Europa, no Apex Group of Companies, que tem fábrica no Brasil. Contato: sac@apexlatinamerica.com.

Este artigo foi publicado na US Flexo magazine, com o título “Going HQ”, edição Junho de 2014, também na revista alemã Flexo & Tiefdruck, com o título “High Quality im Wellpappendruck”, edição Julho de 2014.

Empresas citadas: www.apex-groupofcompanies.com; www.goepfert.de; www.kolb-wellpappe.com.

 

Fonte: Revista Inforflexo 132Setembro/Outubro de 2014

 

Entre em contato conosco!