Erro ao cadastrar: SQLSTATE[23000]: Integrity constraint violation: 1048 Column 'online_ip' cannot be null

Investimento no design de embalagens aumenta a competitividade das marcas, afirmam especialistas da innovapack - ABFLEXO/FTA-BRASIL - Associação Brasileira Técnica de Flexografia

ABFLEXO/FTA-BRASIL - Associação Brasileira Técnica de Flexografia

Acesso ao painel Administrativo da ABFLEXO/FTA-BRASIL Flexografia

Admin

Administração

 

Participantes do Prêmio Qualidade Flexo

Prêmio Qualidade Flexo

 



ABFLEXO/FTA-BRASIL - Pesquise e encontre!

Investimento no design de embalagens aumenta a competitividade das marcas, afirmam especialistas da innovapack

Investimento no design de embalagens aumenta a competitividade das marcas, afirmam especialistas da innovapack

Sustentabilidade, posicionamento de marca, branding e inovação marcam a innovapack, feira focada em tendências de design e desenvolvimento para embalagens da indústria alimentícia. A feira apresentou inovações para o segmento, uma das partes da cadeia alimentícia em constante reinvenção para atender um consumidor cada vez mais exigente. No pavilhão, destacam-se embalagens assépticas, que reduzem custo com estoque e transporte de alimentos e bebidas, higiênicas e sustentáveis.

Aspecto bastante relevante para o segmento é o design, que foi tema da Conferência innovapack na palestra “Influência da embalagem na decisão de escolha do consumidor para a compra do produto e a importância de valorizar a experiência do consumo”.

Manuel Muller, da Muller Camacho Design, destacou o crescimento em 90% da repaginação de produtos antigos com novas embalagens diante do lançamento de novidades nas prateleiras. “É desafiador reter a atenção do consumidor, que perde no máximo um minuto e meio diante do produto para fazer a compra. Por isso, o portfólio de embalagens está cada vez mais amplo e o investimento no design é fundamental”, afirma Muller.

Entre as considerações mais importantes no design de embalagens estão a forma e a cor. A primeira captura a atenção e comunica o seu conteúdo por associações já conhecidas pelo consumidor. A segunda, mais subjetiva, envolve a cultura e experiência de cada comprador como critério de identificação. “O design de embalagens é melhor desempenhado e mais eficiente quando esses dois aspectos são alinhados primeiramente na estratégia de comunicação e posicionamento da marca”, acrescenta Muller.

Entre as conclusões de Muller, um produto é comprado quando sua embalagem é criada sob as diretrizes do branding, é mais bonita que a concorrência, traz transparência nas informações e seu conteúdo é recomendado por outros consumidores.

Também na conferência, Yuki Hamilton Onda Kobe, da área de Desenvolvimento Sustentável da Braskem, falou das embalagens produzidas a partir de fontes renováveis. Segundo ele, a versatilidade de aplicação dos polímeros pela indústria de transformação já é uma realidade e o futuro de novos materiais baseados em fontes renováveis não está distante.

Kobe traçou um panorama do futuro dos polímeros renováveis utilizados pela indústria de transformação de embalagens. “Os biopolímeros, uma das principais alternativas aos materiais plásticos derivados do petróleo, são 100% renováveis e apresentam melhores barreiras que o PET”, disse Kobe. Eles são produzidos a partir matérias-primas como cana-de-açúcar, milho, mandioca e batata, e óleos de girassol, soja e mamona. Com esse material, a indústria produz sacolas, sacos para acondicionar alimentos ou lixo cuja textura se assemelha a luvas cirúrgicas, e até produtos como pratos, copos e talheres.

Entre os fatores destacados pelo executivo para que a indústria de transformação possa desenvolver produtos cada vez mais sustentáveis estão a redução no custo operacional; leveza, resistência, versatilidade, ‘inteligência’, a exemplo de embalagens que indicam a temperatura do produto; e produtos hidrofóbicos, ou seja, que eliminam toda sobra de alimento no fundo das embalagens. “É claro que os aditivos usados nos processos de transformação devem ser seguros à saúde. E por fim, não podemos esquecer-nos da reciclabilidade dos materiais”, finaliza.

Entre em contato conosco!