ABFLEXO/FTA-BRASIL - Associação Brasileira Técnica de Flexografia

Acesso ao painel Administrativo da ABFLEXO/FTA-BRASIL Flexografia

Admin

Administração

 

Participantes do Prêmio Qualidade Flexo

Prêmio Qualidade Flexo

 



ABFLEXO/FTA-BRASIL - Pesquise e encontre!

Nossa história

Nossa história

No final da década de 80, o Brasil vivia a busca por melhor qualidade de seus produtos, e isso começava a ser o grande desafio das empresas brasileiras. Iniciava naquele momento a busca por técnicas de qualidade e produtividade, por capacitação e desenvolvimento do capital humano, surgiam os Programas de Qualidade Total, trazendo novos conceitos de qualidade, de gestão e organização da produção.

Na flexografia brasileira, o cenário era de uma enorme carência de máquinas e equipamentos para produzir embalagens, de mão de obra capacitada e treinamento técnico, mas havia um grupo de jovens empresários, convertedores de papel pelo processo rotoflexográfico, com uma vontade de evoluir muito grande. Eles decidiram realizar um sonho, o de desenvolver a flexografia e o crescimento dessa indústria.

Foi então que fundaram a ABFLEXO/FTA-BRASIL (Associação Brasileira Técnica de Flexografia), com o nome inicial de Associação Brasileira de Convertedores de Papel Rotoflexo, no dia 15 de agosto de 1989. Escrevia-se ali uma página importante da história da indústria flexográfica, período que demandou grande esforço por parte da jovem Associação e de seus sócios-fundadores em buscar capacitação técnica para os trabalhadores, que os auxiliasse no crescimento profissional e do setor. Ao longo dessas décadas, a ABFLEXO acompanhou o período mais forte de evolução da indústria flexográfica no Brasil.

 

Os Presidentes da ABFLEXO e suas principais realizações

Nelson L. B. Teruel

Presidente da ABFLEXO/FTA-BRASIL no biênio 1991-1992. No final de 1991, sob a Nelson Teruel, realizou-se uma importante parceria que veio dar um salto de conhecimento e formação técnica no país: o convênio com a FTA/USA (Associação Técnica de Flexografia dos Estados Unidos da América). Começavam novos tempos e a partir dali, a FTA se tornou um segmento técnico dentro da jovem entidade que passou a se denominar ABFLEXO/FTA-BRASIL. Foi também em sua gestão, que em 1991 nasceu a revista Inforflexo. A edição Zero saiu em dezembro como Jornal dos Associados da FTA- BRASIL e, com apenas 4 páginas P&B, – em agosto de 2014, foi distribuída sua edição Nº 131 Julho/Agosto 2014. Em 1992, a FTA/USA realizou o 1º Seminário Internacional de Flexografia de Qualidade, promovido e organizado pela ABFLEXO, apoiado pelo SENAI Theobaldo De Nigris e as empresas associadas. 

 

Cláudio Simões H. Lima

Presidente da ABFLEXO/FTA-BRASIL no biênio 1993-1994. A gestão de Cláudio Simões estabeleceu 3 alicerces de atuação (técnico, administrativo e marketing) e criou em 1993 o Prêmio Qualidade Flexo. As primeiras amostras premiadas foram indicadas para a Competição Anual da FFTA (Flexography Technical Association Foundation) dos Estados Unidos, onde se projetou o setor flexográfico brasileiro no cenário internacional. Aconteceram ainda naquele ano: os 4 primeiros Seminários Técnicos de Flexografia Regionais (Curitiba, Porto Alegre, Blumenau e São Paulo); o convênio técnico com a Escola SENAI Theobaldo De Nigris, que contribuiu para a formação de profissionais especializados em flexografia e para inúmeras iniciativas da ABFLEXO. Em 1994, um concurso internacional de flexografia, em Düsseldorf, na Alemanha, premiou em 3º lugar na categoria “Desempenho Especial” o trabalho “Festa da Primavera” da Escola SENAI Theobaldo De Nigris, classificado no Prêmio Qualidade Flexo; a ABFLEXO organizou ainda o 2º Seminário Técnico Internacional de Flexografia, realizado pela FTA/USA, em São Paulo. 

 

Marcos A. P. Roman Novaes (em memória)

Presidente da ABFLEXO/FTA-BRASIL no biênio 1995-1996. A gestão de Marcos Novaes (em memória) foi para a ABFLEXO outro período de inovações. Em 1995 foram instituídas no Prêmio Qualidade Flexo as categorias Destaques do Ano Flexo e o Desempenho Especial Internacional, oriundo de trabalhos de empresas argentinas e chilenas. Ainda em 1995, a Associação levou o Seminário Técnico Regional de Flexografia para o Recife, PE, e no ano seguinte para o Rio de Janeiro, RJ. O ano de 1996 marcou a entrada do setor flexográfico na FIEPAG (Feira Internacional de Embalagem, Papel e Artes Gráficas) e Converflex, uma das maiores feiras de negócios da época, e pela primeira vez a ABFLEXO participava como expositora. 

 

Júlio Cezário da Silva Filho

Presidente da ABFLEXO/FTA-BRASIL no biênio 1997-1998. Sob a gestão de Cezário, a Associação fortalece laços na globalização por meio de 2 dos mais importantes eventos internacionais: a EXPOFLEXO 97 e a Assembleia Mundial das FTAs. Em 1997 a Inforflexo ganhou o formato revista e edição também no Espanhol e, no ano seguinte, no Inglês. O Prêmio Qualidade Flexo estreou novo troféu, em metal dourado e design alusivo ao processo flexográfico; os trabalhos vencedores passaram a participar de premiações internacionais, por acordo com as FTAs americana e inglesa. Em 1997, a Associação realizou em São Paulo o 1º Congresso Técnico Internacional de Flexografia e, simultaneamente, a EXPOFLEXO 97 – Exposição Internacional de Produtos, Serviços e Equipamentos. E contratou um dos educadores mais importantes do setor no País: Professor Sérgio Vay. Em 1998, a ABFLEXO expôs na CMM Of The Americas, em Miami, EUA, e foi homenageada como a terceira maior Associação mundial de flexografia. Participou da EFTA Flexo Conference 1998 e EFTA Awards, em Birmingham, Inglaterra, que classificou 4 trabalhos brasileiros. Ainda organizou o 3º Seminário Técnico Internacional da FTA-USA e fez parceria com a Reed Exbibitions para viabilizar no Brasil a Feira Flexo South America (sucessora da EXPOFLEXO). E concluiu o revolucionário projeto FLEXSYS, parceria com as FTAs Inglaterra e EUA, que permitia o treinamento simulado (por computador, via internet) em equipamento de impressão. 

 

Edmur Batista do Carmo

Presidente da ABFLEXO/FTA-BRASIL no biênio 1999-2000. Em 1999, sob a gestão de Edmur, a Associação teve sua sede, transferida do Centro de São Paulo para a Vila Mariana, próximo de onde anos mais tarde, mudaria para a Av. Domingos de Morais. Os Seminários Técnicos de Flexografia Regionais levavam a mensagem de união e conhecimento técnico para o Rio de Janeiro, RJ, Florianópolis, SC, Curitiba, PR, Porto Alegre, RS, além de São Paulo, SP. Naquele ano, a ABFLEXO realizou o primeiro “Fórum de Flexografia Rumo ao Século XXI”, que debateu os novos rumos do setor, entre profissionais do País e do exterior, com análise do mercado e tendências pelo jornalista e economista Joelmir Beting (em memória). Em paralelo ao Fórum, a Associação realizou a 1ª Flexo South America (Feira Internacional de Equipamentos & Tecnologias para a Indústria Flexográfica). 

 

José Roberto Marcussi (em memória)

Presidente da ABFLEXO/FTA-BRASIL no biênio 2001-2002. Sob a gestão de José Roberto Marcussi, no ano de 2001, a Associação participou como expositora da Brasilplast, grande feira internacional realizada por anos na capital paulista, em que as impressoras flexográficas apareceram com grande destaque e inovações. Os treinamentos técnicos de flexografia deram a largada para as atividades da diretoria (biênio 2001-2002).

 

 

 

Ezequiel Fernandez

Presidente da ABFLEXO/FTA-BRASIL no ano de 2003 a julho de 2004. Na Drupa 2004, a ABFLEXO preparou um pacote especial de viagem levando muitos associados à maior feira gráfica do mundo, no período de gestão do empresário do ramo de clicheria Ezequiel Fernandez, de janeiro de 2003 a julho de 2004. Nesse ano, a Associação foi reconhecida com o Prêmio Quality. No final de 2004, o Prêmio Qualidade Flexo ganhava nova dimensão e estreava naquele ano sua cerimônia de premiação no Clube Atlético Monte Líbano, passando a receber um público maior de profissionais da indústria flexográfica. 

 

Nelson L. B. Teruel

Presidente da ABFLEXO/FTA-BRASIL nos biênios 2005-2006, 2007-2008 e 2009-2010 (com afastamento neste último, ficando sua gestão a cargo de Ana Carina Marcussi, interinamente). A partir de 2005, sob a segunda gestão de Nelson Teruel, a revista Inforflexo ganha nova revitalização, voltada a dar maiores contribuições técnicas ao dia a dia do flexógrafo; passou a contar com edições temáticas e o suplemento Flexoexpress, que circulou até 2007. Em dezembro de 2005 foi lançada a Ação Social Flexo, que beneficia desde então comunidades, crianças desassistidas e desabrigadas, por meio de entidades beneficentes. O ano de 2006 foi marcado por realizações de grande significado para o setor flexográfico: a 1ª Feira FLEXO LATINO AMERICA – maior feira de negócios da flexografia na América Latina, que entrou para o calendário internacional de feiras, sendo realizada a cada dois anos até 2012 dentro da Semana Internacional da Embalagem, junto de mais 4 feiras. Ainda em 2006, a Associação realizou o ABFLEXO International Seminar Up to Date, que reuniu 40 palestrantes técnicos do mundo inteiro e líderes das maiores empresas do setor, além de integrantes das FTAS da Europa, Estados Unidos e Ásia/Oceania, com mediação do jornalista e economista Joelmir Beting (em memória). Em dezembro de 2008, a Associação lançou o primeiro Anuário Brasileiro da Indústria Flexográfica Edição 2007/2008, e ainda iniciou o livro “História da Flexografia no Brasil”. Também naquele ano, lançou a campanha “É Hora da Flexo”. Com esse tema, realizou 3 Encontros Regionais de Empresários da Flexografia: em Goiânia, GO, Florianópolis, SC, e São Paulo, SP, e outro em Belo Horizonte, MG, em 2009, - simultaneamente a esses Encontros, foram realizados Seminários Técnicos de Flexografia Regionais. Foi em 2008 também que o Prêmio Qualidade Flexo passou a incorporar o nome do grande educador e contribuidor do setor flexográfico: Prof. Sérgio Vay (em memória). 

  

Ana Carina Marcussi

Presidente (interina) da ABFLEXO/FTA-BRASIL de setembro de 2009 a dezembro de 2010, e depois, por eleições diretas, Presidente da entidade no biênio 2011-2012. Sob a gestão de Ana Marcussi, em 2009, a Associação desenvolveu um forte Programa de Treinamento organizado por módulos, ministrados por turmas durante o ano, cada módulo destinado a diferentes cargos, do operacional de fábrica a gestores e empresários da conversão flexográfica. O ano ficou marcado por um grande evento para o setor: a Conferência Internacional de Flexografia, que reuniu especialistas do mundo inteiro e mais de 400 participantes nos dias 9 e 10 de setembro de 2009, em parceria com a Reed Exhibitions Alcantara Machado. Sob a gestão de Ana Marcussi, o Prêmio Qualidade Flexo Prof. Sérgio Vay contou com uma série de mudanças e inovações, visando dar maior transparência e visibilidade à premiação e sua integridade. Foram mudanças realizadas desde os critérios de avaliação até a cerimônia de premiação, como: auditoria independente, mudança do local da cerimônia para espaço mais confortável e apropriado, troféus com novo design (reestilizado), formato de apresentação mais moderno e trazendo a jornalista e mestre-de-cerimônias Izabella Camargo. A partir de 2010, o Prêmio passou a ter suas inscrições online, realizadas pela internet. Em 2012, foram introduzidas as categorias especiais: Iniciativas de Sustentabilidade (para convertedores) e Projeto Inovador (para fornecedores). Ainda em 2011, a ABFLEXO realizou a 3ª Conferência Internacional de Flexografia, nesse ano em novo local: no Centro de Eventos Fecomércio de São Paulo. Realizou no ano seguinte a 4ª FLEXO LATINO AMERICA – Feira Internacional de Flexografia, dentro da Semana Internacional de Embalagens, junto a outras 4 feiras, no Parque Anhembi. 

  

Miguel Troccoli

Presidente da ABFLEXO/FTA-BRASIL nos biênios 2013-2014 e 2015-2016. Sob a gestão de Troccoli, a ABFLEXO mudou sua Sede para novo endereço, dentro da capital paulista, no Bairro do Tatuapé, para um espaço maior e mais adequado às suas necessidades. Miguel Troccoli foi o responsável por realizar uma nova reformulação na revista Inforflexo, transformando-a em uma publicação de mercado 100% especializada no segmento flexográfico, com reportagens, artigos e colunas técnicos totalmente voltados a cobrir a indústria e o mercado flexográficos. Em maio de 2013, a Inforflexo incorporou novas editorias: “Donos de marca” e “Conversão digital”. A partir de 2014, a publicação passou a ser distribuída também para end-users (aos profissionais das áreas que desenvolvem e decidem sobre embalagens). Em 2013, a ABFLEXO realizou a 4ª Conferência Internacional de Flexografia, ainda no Centro de Eventos Fecomércio de São Paulo, trazendo um ganho de 50% no número de participantes conferencistas e renomados especialistas da flexografia mundial. Lançou em outubro de 2013 a nova Feira FLEXO LATINO AMERICA 2014, em novo local e novo formato, que incorporou os segmentos de papelão ondulado e conversão digital, e totalmente reformulada como feira exclusiva e oficial do setor flexográfico, que se realizou nos dias 7 a 10 de outubro de 2014, no novo espaço: Transamérica Expo Center, em São Paulo. Fez nova parceria com a promotora e organizadora, a Nascimento Feiras e Eventos, tendo à frente seu Presidente Evaristo Nascimento, com mais de 40 anos no ramo das grandes feiras internacionais e nacionais. (Até 2012, a FLEXO LATINO AMERICA era realizada junto de outras quatro feiras dentro da extinta Semana Internacional da Embalagem). Em junho de 2014, lançou oficialmente a Conferência Intercontinental de Flexografia, que também trará novo formato e novo local: no Espaço APAS, em São Paulo.

 

Entre em contato conosco!