ABFLEXO/FTA-BRASIL - Associação Brasileira Técnica de Flexografia

Acesso ao painel Administrativo da ABFLEXO/FTA-BRASIL Flexografia

Admin

Administração

 

Participantes do Prêmio Qualidade Flexo

Prêmio Qualidade Flexo

 



ABFLEXO/FTA-BRASIL - Pesquise e encontre!

Regulamento Geral

Regulamento Geral

REGULAMENTO GERAL

Prêmio Qualidade Flexo Prof. Sergio Vay 2017 – 25ª Edição

 

 

1. REGRAS GERAIS

Poderão concorrer à 25ª Edição do Prêmio Qualidade Flexo Prof. Sergio Vay, as empresas que inscreverem seus trabalhos (amostras) impressos em flexografia dentro do território nacional, produzidos nos anos de 2016 e 2017.

Não participam aqueles produzidos anteriormente a esse período, bem como os premiados em qualquer Edição deste Prêmio.

 

 

2. INSCRIÇÃO

2.1. As Inscrições para o Prêmio Qualidade Flexo Prof. Sergio Vay 2017 serão efetuadas somente via online, pelo site da ABFLEXO/FTA-BRASIL (www.abflexo.org.br), sendo que o período de inscrições se inicia em 03 de abril de 2017 e se encerra em 30 de junho de 2017, impreterivelmente.

2.2. Cada empresa poderá concorrer com quantos trabalhos quiser, bem como em quantas classes/categorias quiser, desde que o pagamento de suas inscrições seja efetuado até a data de encerramento das inscrições (30 de junho de 2017).

2.3. Somente concorrerá a empresa que aceitar este Regulamento (disponibilizado no site www.abflexo.org.br), que preencher (online) corretamente a Ficha de Cadastro da sua empresa no site, bem como a Ficha Técnica de cada trabalho (no site), e efetuar o pagamento do Boleto Bancário referente a cada trabalho inscrito.

2.4. Depois de ter sua Ficha Técnica e informações adicionais obrigatórias devidamente preenchidas, os trabalhos inscritos deverão ser entregues na sede da ABFLEXO, à Rua Emílio Mallet, 1.150, Bairro Tatuapé, São Paulo- SP, CEP 03320-001, pelos Correios, ou portador. Os trabalhos entregues na sede da ABFLEXO deverão estar acompanhados da Ficha de Cadastro da Empresa, assinada (os dados cadastrais da empresa preenchidos no site www.abflexo.org.br, quando da inscrição online).

2.5. A taxa de inscrição por trabalho é de R$ 60,00 (Sessenta Reais) para associados e R$ 120,00 (Cento e Vinte Reais) para não associados, durante o período de 03 de abril a 31 de maio de 2017. E no período de 01 a 30 de junho de 2017, o valor da taxa passa a ser de R$ 90,00 (Noventa Reais) para associados e R$ 180,00 (Cento e Oitenta Reais) para não associados. O pagamento deverá ser feito através do Boleto Bancário, que lhe será enviado depois de efetuar a entrega dos trabalhos na sede da ABFLEXO.

Condições Especiais:

- A cada 10 trabalhos inscritos, o convertedor terá direito ao envio do 11º trabalho gratuitamente.

- Os convertedores poderão inscrever seus trabalhos e juntamente adquirir seus convites para a Cerimônia de Premiação (27/10/2017) com descontos exclusivos, através dos Pacotes Especiais que serão disponibilizados até o dia 20 de Junho de 2017. Consulte os tipos de pacotes, valores e condições de pagamento junto ao Departamento de Marketing da ABFLEXO/FTA-BRASIL.

Importante:

Caso o pagamento do Boleto Bancário não seja efetuado até o término do período das inscrições (30 de junho de 2017), os trabalhos serão excluídos do processo de avaliação, consequentemente, do julgamento e da premiação.

Sobre a quantidade de exemplares das amostras a serem entregues na sede da ABFLEXO:

  • Em Banda Larga, deverão ser encaminhados 2 exemplares do produto/embalagem abertas (não acabadas).
  • Em Papelão Ondulado, deverão ser encaminhados 2 exemplares do produto/embalagem (sem estarem montados).
  • Em Banda Estreita, deverão ser encaminhados 6 exemplares do produto/rótulo ou outro (aberto).

 

3. CLASSES

As premiações estarão divididas em 3 classes (o que determina a classe, é o tipo de equipamento utilizado de acordo com as características específicas de cada banda de impressão, as quais seguem:

3.1 - BANDA ESTREITA

3.1.1- Etiquetas, Rótulos e Embalagens: trabalhos produzidos em equipamentos de impressão de Banda Estreita, abaixo de 600mm de largura útil de impressão.

3.2 – BANDA LARGA

3.2.1- Etiquetas, Rótulos e Embalagens: trabalhos produzidos em equipamentos de impressão de Banda Larga, acima de 600mm de largura útil de impressão.

3.3- PAPELÃO ONDULADO

3.3.1- Embalagens e Displays: trabalhos produzidos em equipamentos de impressão para Papelão Ondulado, com impressão direta na chapa.

 

 

4. CATEGORIAS

Os trabalhos serão classificados e julgados em diversas categorias, de acordo com as características de cada classe:

4.1- Na classe de Banda Estreita, serão levados em consideração os seguintes itens para compor cada categoria:

4.1.1- Tipo de substrato: FILMES SEM SUPORTE; AUTO-ADESIVOS COM FILMES, PAPEL e LAMINADOS; ALUMÍNIO.

4.1.2- Tipo de impressão: TRAÇO ou CROMIA (para efeitos de classificação, é levada em consideração a predominância de um ou outro tipo de impressão no trabalho inscrito).

4.2- Na classe de Banda Larga, serão levados em consideração os seguintes itens para compor cada categoria:

4.2.1- Tipo de substrato: FILMES FLEXÍVEIS ou PAPÉIS (incluindo-se todos os tipos de filmes flexíveis, laminados ou monocamadas e todos os tipos de papéis, adesivados ou não.)

4.2.2- Tipo de impressora: COM ENGRENAGEM ou SEM ENGRENAGEM (GEARLESS)

4.2.3- Tipo de impressão: TRAÇO ou CROMIA (para efeitos de classificação, é levando em consideração a predominância de um ou outro tipo de impressão no trabalho inscrito)

4.2.4- Número de cores impressas: ATÉ 6 CORES ou 7 CORES OU MAIS

4.2.5- Tipo de produto impresso: ALIMENTOS, HIGIENE E LIMPEZA, INDUSTRIAL, PET FOOD, PROMOCIONAL e CADERNOS.

4.3- Na classe de Papelão Ondulado, serão levados em consideração os seguintes itens para compor cada categoria:

4.3.1- Tipo de substrato: BRANCO ou PARDO.

4.3.2- Tipo de impressão: TRAÇO, RETICULADO e CROMIA (para efeitos de classificação, é levando em consideração a predominância de um ou outro tipo de impressão no trabalho inscrito)

OBS: Serão classificados como reticulados, os trabalhos que utilizam retículas para formar imagens mais simples, com lineaturas de clichês mais baixas, que as utilizadas para impressão em cromias de alta qualidade).

4.3.3- Número de cores impressas: ATÉ 4 CORES ou 5 CORES OU MAIS.

4.4- Categorias Especiais

4.4.1- DESEMPENHO ESPECIAL ESCOLA – Esta é uma premiação especial, destinada às escolas, e serão considerados para efeitos de classificação os seguintes itens:

4.4.2.- Tipo de impressão: TRAÇO ou CROMIA.

 

5. COMISSÃO TÉCNICA

Cabe à Comissão Técnica a responsabilidade de:

  • Efetuar a análise técnica e classificação dos trabalhos nas devidas classes e categorias;
  • Selecionar e convidar os membros que irão compor o Júri Técnico;
  • Fazer cumprir o Regulamento deste Prêmio;
  • Esclarecer e/ou estabelecer eventuais critérios para questões não previstas neste Regulamento;
  • Sanar dúvidas, ou situações não previstas neste Regulamento, que possam comprometer a veracidade das informações a serem transmitidas;
  • Estimular a participação de Convertedores no Prêmio.

 

 

6. JULGAMENTO

Os trabalhos inscritos no Prêmio Qualidade Flexo Prof. Sergio Vay serão avaliados em duas etapas de julgamento, conforme a seguir:

6.1- 1º Julgamento: Todos os trabalhos inscritos (tendo preenchido todas as exigências deste Regulamento) serão avaliados por um júri composto por formandos e docentes das Escolas SENAI (de todo o País) que possuem o processo de flexografia em seus cursos técnicos, sendo indicados pelos coordenadores e diretores das Escolas participantes.

 

OBS: Assim que os trabalhos inscritos chegam na sede da ABFLEXO/FTA-BRASIL, são retirados (recortados) todos os nomes, marcas ou logotipos que eventualmente possam vir a identificar os converterdores que imprimiram o trabalho, ou eventuais parceiros. Os trabalhos então ganham um código, para que nenhum membro da comissão técnica, da diretoria ou mesmo dos jurados, possa identificar quais os convertedores que executaram os trabalhos, assegurando desta forma o sigilo total, e a igualdade de condições entre todos os participantes. Somente depois que o auditor libera a lista dos 3 finalistas, para serem avisados, é que as amostras voltam a ser associadas aos respectivos convertedores.

 


Local de realização: Escola SENAI Theobaldo de Nigris, Rua Bresser, 2315, Moóca, São Paulo, SP.


Data da realização:  01 a 04 de agosto de 2017.

 

6.2- Quesitos de avaliação: Registro de Impressão, Entupimento de Retícula, Cobertura de Tinta, Contraste de Impressão, Grau de Dificuldade e Isenção de Defeitos de Impressão (Exemplos de defeitos a serem considerados: Fantasmas, Squash, Falhas, Manchas, Perda de Ponto, Deformação do Ponto e Marcas de Engrenagem).

Notas: Serão atribuídas (por cada jurado) notas inteiras de 05 a 10 com uma casa decimal depois da vírgula de meio em meio. (Ex: 5,0/ 5,5/ 6,0/ 6,5...) para cada um dos 06 quesitos do trabalho avaliado.

OBS.: Os trabalhos inscritos na categoria “Desempenho Especial Escola” serão avaliados somente no 2º Julgamento (pelo júri técnico).

6.3- Cômputo das notas: Todas as notas dadas pelos jurados para os 06 quesitos de cada trabalho serão apuradas. Primeiramente, são calculadas as notas dos 06 quesitos, depois, do total somado é tirada a média final de cada trabalho. Em seguida, somam-se todas as médias finais de todos os trabalhos de cada classe/categoria, apura-se a média geral de cada uma.

Tomando-se por referência, as médias gerais obtidas de cada classe/categoria, todos os trabalhos que obtiverem médias iguais ou superiores estarão classificados para o 2º Julgamento, limitado a 20% do total de amostras inscritas por categoria, que preferencialmente, tenha no mínimo 5 amostras finalistas por categoria. Vale ressaltar que todo esse processo é feito sob total sigilo e todas as médias utilizadas durante o julgamento serão calculadas e apresentadas com 2 casas decimais depois da vírgula (Ex: 7,83), para facilitar o processo de desempate.

6.4- Auditoria: A planilha com todos os trabalhos e suas notas e médias é encaminhada ao auditor, juntamente com as fichas de avaliação de todos os jurados. O auditor faz a checagem e conferência de todas as notas tiradas da ficha de avaliação, confrontando com as que foram inseridas na planilha. Somente depois de feita a auditoria em todo esse processo, e confirmados os resultados, é que as amostras com média de notas acima da exigida são encaminhadas para o 2º Julgamento.

6.5- 2º Julgamento: Serão avaliados todos os trabalhos classificados no 1º Julgamento, nesta 2ª fase, por um Corpo de Jurados Ilustres, composto pelos mais renomados profissionais da indústria gráfica do país, especialistas em diversas áreas, abrangendo todos os segmentos da flexografia. Para esta 2ª fase, levando-se em conta os seguintes critérios de avaliação: Registro de Impressão, Entupimento de Retícula, Cobertura de Tinta, Contraste de Impressão, Grau de Dificuldade e Isenção de Defeitos de Impressão (Exemplos de defeitos a serem considerados: Fantasmas, Squash, Falhas, Manchas, Perda de Ponto, Deformação do Ponto e Marcas de Engrenagem).

Será divulgada no site e na revista Inforflexo a lista detalhada do Corpo de Jurados Ilustres.

 

Local de realização: Escola SENAI Theobaldo de Nigris, Rua Bresser, 2315, Moóca, São Paulo, SP.

Data e horário da realização: 23 e 24 de agosto de 2017, das 9h00 às 16h00.


6.6- Quesitos de avaliação: O júri técnico fará a avaliação de todos os trabalhos classificados

Notas: Serão atribuídas (por cada jurado) notas de 05 a 10 com uma casa decimal depois da vírgula de meio em meio ponto (Ex: 5,0/ 5,5/ 6,0/ 6,5...) para cada trabalho avaliado, seguindo os critérios de avaliação acima descritos.

6.7- Cômputo das notas: Assim como no 1º Julgamento, todas as notas constantes nas cédulas de avaliação são digitadas em uma planilha de Excel, que segue para a auditoria, onde, primeiramente, é calculada a média final de cada trabalho avaliado pelos técnicos da segunda fase. Em seguida, coloca-se em ordem decrescente (da maior para a menor média), as médias de todos os trabalhos avaliados nesta 2ª fase, dentro de suas classes/categorias, determinando-se assim os 5 trabalhos finalistas. Destes trabalhos, sairão as 3 primeiras colocações (os vencedores), respeitando-se a regra de que uma empresa não pode ficar com mais de uma colocação dentro de uma mesma classe/categoria, exceto, no caso de não ter outras empresas concorrendo.

6.8- Auditoria: Nesta nova etapa de auditoria, o auditor recebe a planilha com as notas e as fichas de avaliação dos jurados desta 2ª fase de julgamento, faz o cálculo das médias de cada trabalho, e informa à coordenação da ABFLEXO, quais são as 3 empresas finalistas, em ordem alfabética, de classe/categoria, para que sejam convidadas para a cerimônia de premiação. O resultado dos 3 ganhadores, é guardado pelo auditor, sob sigilo absoluto, até o dia da premiação. (Onde o auditor entrega diretamente ao Mestre de Cerimônia, no palco, e ao vivo, o envelope lacrado com a ordem dos ganhadores)

6.9- Critérios de Desempate e Resultado Final:

  • Em caso de empate, o critério de desempate adotado será a média do 2º Julgamento, se ainda houver empate será considerada a somatória das notas do 1º e 2º Julgamento e, caso o empate persista, será considerada a maior média final do quesito de avaliação de Isenção de Defeitos de Impressão.
  • O processo de auditoria será acompanhado por três integrantes da Comissão Técnica designados para esta função, a quem caberá acompanhar os trabalhos do auditor, com o objetivo de dar esclarecimentos ou evitar que qualquer dúvida comprometa o cumprimento deste Regulamento.
  • As fichas de avaliação e os trabalhos participantes ficam à disposição do mercado após a Premiação oficial.

 

7. PREMIAÇÃO

7.1. CLASSES/ CATEGORIAS

Serão premiados, com o Troféu Prêmio Qualidade Flexo Prof. Sergio Vay 2017, os 03 trabalhos primeiros colocados dentro de cada classe/categoria, respeitando-se a regra de que uma empresa não pode ficar com mais de uma colocação dentro de uma mesma classe/categoria, com exceção, caso não tenham outras empresas concorrendo.

Serão divulgados, após os resultados do 2º Julgamento, os três primeiros colocados em cada uma das classes/categorias, porém o resultado final (classificação) será conhecido somente no momento da abertura dos envelopes na cerimônia de premiação, quando o auditor entrega os envelopes lacrados de cada classe/categoria para que a mestre de cerimônia faça o anúncio oficial dos 3 trabalhos vencedores.

Em cada classe/categoria deverão existir, preferencialmente, pelo menos três trabalhos inscritos de três empresas diferentes. Caso isso não ocorra, a classe poderá ser reavaliada pela Comissão Técnica.

7.2. PREMIAÇÕES ESPECIAIS

7.2.1- TOP EM FLEXO

Será concedido um troféu especial, denominado TOP EM FLEXO à amostra que obtiver a maior média ponderada final, dentro de cada classe: BANDA LARGA, BANDA ESTREITA E PAPELÃO ONDULADO, aplica-se o mesmo critério de desempate acima. A empresa que produziu a amostra vencedora não precisa ser obrigatoriamente associada da ABFLEXO. Em caso de empate, será adotado o mesmo critério, conforme o item 6.9.

7.2.2- TOP TEN CONVERTEDORES

Será concedido um troféu especial, denominado TOP TEN CONVERTEDORES, aos dez convertedores associados à ABFLEXO, que estiverem adimplentes na data da divulgação dos resultados, que inscreverem no mínimo dez trabalhos e que obtiverem as maiores médias calculadas sobre as médias ponderadas finais dos seus trabalhos finalistas. Em caso de empate, será considerado como critério de desempate o convertedor que tiver maior número de trabalhos finalistas; persistindo o empate, será considerado o convertedor que tiver inscrito o maior número de amostras.

7.2.3- TOP TEN FORNECEDORES

Será concedido um troféu especial, denominado TOP TEN FORNECEDORES, aos dez fornecedores indicados pelos trabalhos finalistas (nas Informações Adicionais Obrigatórias da Ficha Técnica), associados à ABFLEXO (adimplentes na data da divulgação dos resultados), que alcançaram as 10 maiores colocações, em número de indicação, iguais ou acima da média geral ponderada. Calculada desta forma: em uma planilha são inseridas todas as empresas indicadas e a média final de notas de cada trabalho que as indicou. Com essas médias dos trabalhos para cada fornecedor, tira-se a média de cada um deles, que depois é multiplicada pelo nº de suas indicações. Em seguida, esse resultado é somado ao de todos os fornecedores, e o número resultante é dividido pelo total de indicações de todos os fornecedores juntos, chegando-se à média geral ponderada.

7.2.4- FORNECEDOR PREMIUM

As empresas homenageadas com o TROFÉU FORNECEDOR PREMIUM serão aquelas que contribuíram de alguma forma com a confecção dos trabalhos finalistas (tomando-se como base as informações fornecidas na Ficha Técnica). Que sejam, preferencialmente, associados da ABFLEXO, e que tenham ajudado de forma expressiva o desenvolvimento da flexografia no Brasil. Também será considerada nesta avaliação, a participação efetiva da empresa em todas as ações promovidas pela ABFLEXO durante o ano.

7.2.5- INICIATIVA DE SUSTENTABILIDADE

Será concedido um troféu especial denominado INICIATIVA DE SUSTENTABILIDADE, aos 3 melhores trabalhos impressos em flexografia que contenham algum esforço para melhorar um ou mais aspectos de sustentabilidade. (Ver mais detalhes no regulamento específico, no website da ABFLEXO: www.abflexo.org.br)OBS: Para concorrer a este prêmio, verifique o regulamento no site, e faça as inscrições dos seus trabalhos preenchendo uma ficha específica (diferente das fichas tradicionais).

 

7.2.6- PROJETO INOVADOR FORNECEDOR

 

Será concedido um troféu especial denominado PROJETO INOVADOR, aos 3 melhores “CASES” de equipamentos, insumos e acessórios, destinados a cadeia flexográfica que traga melhoria ao processo flexográfico. Este prêmio é destinado as empresas fornecedoras. (Ver mais detalhes no regulamento específico, no website da ABFLEXO: www.abflexo.org.br)

 

 

7.2.7- GAMA EXPANDIDA (Fichas para cadastro disponíveis a partir de 01/06/17)

 

Serão aceitas inscrições de trabalhos feitos em Gama Expandida ou Estendida, desde que sejam comerciais. Não serão aceitas amostras de Test Form ou apenas de divulgação. (Ver mais detalhes no regulamento específico, no website da ABFLEXO: www.abflexo.org.br)

 

7.2.8- INTERNACIONAL

 

Serão aceitas inscrições de trabalhos de empresas fora do Brasil de qualquer região do planeta. No entanto, só concorrerão entre si e não com os convertedores nacionais
Os critérios de avaliação serão os seguintes: Aspecto geral: registro e intensidade das cores, isenção de manchas, borrões, retícula entupida. O vencedor será a que obtiver a maior pontuação dada pelos jurados.

 

7.2.9- RÁFIA

 

Serão aceitas inscrições de trabalhos com impressão diretamente em ráfia. Não serão aceitas amostras de ráfia laminada com impresso. Ráfia laminada com PE coated ou semelhante serão aceitas também.

 

 

8. DIVULGAÇÃO

 

Os envelopes lacrados com os nomes e ordem dos vencedores serão entregues pelo auditor apenas na Cerimônia de Premiação ao Mestre de Cerimônias, no palco, e ao vivo, no momento da divulgação dos vencedores de cada categoria.

Depois da cerimônia de premiação, a ABFLEXO divulgará, por meio de seu website (www.abflexo.org.br), a todos os interessados, as médias ponderadas finais obtidas por todos os trabalhos vencedores e a média de todos os convertedores e fornecedores concorrentes ao Top Ten. Também será divulgada a lista dos ganhadores do Fornecedor Premium, bem como os ganhadores das premiações especiais: Iniciativa de Sustentabilidade (convertedores) e Projeto Inovador (fornecedores). Os vencedores também serão divulgados na Revista Inforflexo Edição Novembro/Dezembro de 2017.

 

9. CERIMÔNIA DE PREMIAÇÃO

 

Local: Salão Social do Círculo Militar de São Paulo

Rua Abílio Soares, 1.589, Bairro Ibirapuera, São Paulo, SP.

 

Data: 27/10/2017 (sexta-feira)

 

Horário: A partir das 18h00

Estacionamento gratuito com manobrista

 

Informações e convites - ABFLEXO:

Tel.: 11 5088-0033

E-mail: contato-flexo@abflexo.org.br

 

Fotógrafo oficial do evento:

Studio2000 – Ailton L. Martins

Tel.: 11- 4229-2938

 

Entre em contato conosco!